domingo, 13 de fevereiro de 2011

Capitulo 3+ Desculpas

-Er...Oi, desculpe se estou te encomodando...é que eu tenho uma coisa muito imortante para te perguntar.-Disse Zac, meio desajeitado. Por mais que ele não queira se envolver com ela, aquela morena mexia com ele de algum modo.
-Então me pergunte.-Disse Vanessa, espantada por ver um homem de semblante tão lindo e um porte atlético imprecionante.
-Não sei se você sabe...Mas aquele cara ali, me disse que você não sabia o que era uma simulação de acordes...O que é uma coisa idiota, pelo menos é o que eu acho...Você com certeza deve estar achando que eu sou um idiota não é?
-Não, pode continuar.-Disse ela tentando esconder o riso.
-...-Ele riu.-Bom então vamos lá, eu queria saber se você sabe algo sobre o relatório de policiamento que temos que fazer na semana que vem...Sabe?
-...Er...Bem...Eu usei o caso do policial James Richard...Ele foi assacinado por um policial da propria equipe, por ter que se esntregar aos bandidos...É uma história interessante para relatar...Era só isso?
-...Bem...Não,...Eu queria saber se você...Se você...
-Se eu...?
-Ainda não sei como falar com voce...-Ele riu.-Garota atraente de...21 anos...
-Ah! Eu tenho 19.
-Bem, é adolescente, mas tudo bem, pode ser adolescente...Eu até te daria um brinde por participar da minha pesquisa, mas eu estou sem lembrancinhas...Então, posso te levar para jantar?
(...)



-E ai, como foi?-Perguntou Jesse assim que Zac chegou em casa.
-Produtivo!-Disse Zac.
-E você conseguiu algo mais do que uma conversa ou eu vou ganhar meus cem dólares?
-Eu vou leva-la para jantar, suas cem pratas ainda não estão garantidos.-Disse rindo.
-Ah! Que ótimo.-Disse com um tom ironoco.
Quando deu 20:00 horas, zac passou na casa de Vanessa para pega-la. Ela estava linda, não estava tão arrumada, pois não estava com a minima vontade de sair com Zac, mas ela estava bonita. Eles foram à um restaurante no centro e depois foram à uma feira livre onde Zac lhe ganhou um ursinho de pelucia. Eles se divertiram bastante. Quando estavam indo embora:
-E ai! Você não vai mesmo me contar, aonde ganhou esse machucado no olho?-Perguntou Vanessa insistente, ela havia perguntado isso à Zac o passeio todo.
-Vou lhe dizer sim. Eu entrei em uma briga de bar e ganhei isso.-Mentiu ele apontando para o machucado no olho.-Posso te levar para beber algo agora?...Ah! É, esqueci que você é adolescente.
-Na verdade, eu tenho 21 anos.-Disse ela rindo.
-Mentiu para mim? Por que?
-Era uma estratégia de te manter longe de mim, mas pelo que eu vi, não deu certo.
-Queria se afastar de mim...Agora fiquei magoado.-Disse ele fazendo cara de coitadinho enquanto chamava um taxi.-Por que você não anda de metrô?
-É...É pessoal.
-Desculpe...Não queria me intrometer na sua vida pessoal eu só achei que...
-Não foi nada.-Disse ela rindo.-É que foi uma situação complicada, depois eu te conto o por que.
-Tudo bem. Seu taxi chegou, eu...-Ele se inclinou para beija-la, mas ela desviou.-O que foi?
-É cedo demais.
-Ah! Tudo bem, eu entendo. Não sou intimo o suficiente então...-Ela lhe enterrompe de falar com um selinho.
-Tchau. Até logo.-Disse ela entrando no taxi.
-Tchau.-Ele respondeu fechando a porta.
Ele foi para casa. Tomou um banho e deitou, mas não conseguiu dormir. Ficou pensando em Vanessa. Aquela morena mexia com ele de algum modo...


**Continua.....


Gente sinto muito, eu sei que prometi um grande, mas é que minhas aulas começaram e eu estou meio sem tempo, mas se tiver 3 comentários eu posto na terça de tarde ou a noite....Bjos

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Capitulo2

"Eu Acredito No Amor"




**********************************************************************************
Capitulo:


**Na festa**
-Será que eu posso ir para casa?-Perguntou Zac ao Jesse.
-Não, Zac tente se animar.
-Não quero me animar, quero ir para casa, beber uma cerveja, deitar e dormir até uma da tarde de amanhã.
-Beba aqui e vá para casa, deite e durma até a uma da tarde de amanhã.
-Não tem outro jeito mesmo.
De repente chegam duas garotas e uma delas pede para que Jesse tire uma foto. Ele tira a foto e depis eles vão para fora da boate.
Eles estavam, os quatro, em uma rua deserta, de repente veem uma briga e Zac se entromete nela. Uma pessoa que passave deu queixa à policia.
Assim que a policia chegou eles foram todos detidos, Zac e Jese foram liberados, mas Zac provocou o policial e apahou dele e os dois foram presos, Jese e Zac.
Horas depois na delegacia, um policial chega e diz que os dois estão lberados:
-Você...-Disse Zac
-É, eu liguei para o seu pai sim.
-Por que?
-Porque ao contrario de você Zac, eu tenho uma imagem a zelar.
Eles sairam da delegacia, Zac estava revoltado.
**Em outro lugar de Nova Yorque.**
Vanessa estav em casa fazendo o café, quando seu pai desce as escadas:
-Bom dia pai.
-Bom dia.
-Chegou tarde ontem.
-Tive alguns imprevistos com marginais.
-O que eu disse para o senhor fazer quando está em uma situação assim?
-Disse para eu respirar, eu estou respirando.
Vanessa riu.
-Eu acho que não era esse tipo de respiração, me dá uma carona para a faculdade?
-Claro.
Eles foram para a faculdade. Chegando lá:
-Tchau pai.
-Tchau minha filha.
Mas Jesse estava vendo a cena e reconheceu o policial. Quando Jesse chegou em casa:
-Ele tem uma filha!
-Quem tem uma filha Jesse?-Perguntou Zac.
-O policial que quebrou a sua cara, ele tem uma filha.
-Quer que eu faça o que? Sequestre a menina?
-Não, agente não tem lugar para esconder, só da um susto nela, sei lá.
-Não obrigado. Não quero arrumar confusão.
-Você e suas regras de sociedade perfeita. Pelo menos conhça a garota.
-Não.
(...)
-Não acredito que você está me obrigando a isso.
-Ah! Você não quer perder a aposta não é?
-O que eu não faço por você.
-É, vai lá, e lembre-se, não é só um jantar, tem que rolar um beijo e você tek que ficar com ela pelo menos uma semana.
-Ta bom Jesse.
***************************************************************************
Gente eu sei que está pequeno, mas se tiver 2 comentários eu prometo que posto um bem grande...
bjooss

Visitem também